segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Como Será a Nova Full Tilt Poker ?


Como Será a Nova Full Tilt Poker ?

A coisa que mais me surpreendeu sobre tudo o que aconteceu desde a Black Friday foi o quanto todas as pessoas sentiram falta de jogar na Full Tilt. Eu pensei que o nome deles tinha ficado manchado para sempre, porque o site teve um impacto muito negativo na economia do poker durante mais de um ano, mas continuei a ouvir quase diariamente sobre o quanto as pessoas sentiam a falta de jogar lá, quase tanto como sentiam falta do seu dinheiro.

Mas agora que a PokerStars veio salvar o site, é mais do que justo dizer que as pessoas têm todos os motivos para estarem entusiasmadas com o regresso da Full Tilt Poker. Com uma marca de confiança como a PokerStars no comando, e todos os nomes envolvidos no escândalo proibidos de qualquer relacionamento com isto, a Full Tilt tem luz verde dos jogadores, do DOJ e do seu, muito em breve, regulador para voltar a operar.

Com tudo o que aconteceu nos últimos 15 meses, como será a nova Full Tilt?


 

Liquidez partilhada?

Talvez a maior questão é se a PokerStars e a Full Tilt continuarão a ter os seus fields de jogadores separados, como sempre aconteceu até agora, ou se vão partilhar a liquidez para criar uma super rede. Será que eles querem efetivamente ter dois negócios a funcionar ao mesmo tempo para criar a ilusão de competição na indústria ou será que querem criar um field de jogadores maior do que nunca?

Esta é a coisa mais difícil de especular, já que este é um negócio sem precedentes na história do poker online. Eu pessoalmente não vejo grandes benefícios numa liquidez partilhada, porque, embora a PokerStars tenha adquirido a Full Tilt, não é como se tivessem adquirido a sua base de dados.

Isto acontece porque, provavelmente, 99% dos jogadores inscritos na Full Tilt já vão ter uma conta na PokerStars. Na verdade, a maioria das pessoas já tem uma conta na PokerStars. Não é que a PokerStars fosse ter de repente um fluxo de novos jogadores, seria apenas um fluxo de dinheiro novo (que tecnicamente é o dinheiro deles na mesma)

A PokerStars já indicou que pretende facilitar as transferências entre os sites quando a Full tilt estiver de volta. Parece-me que, com a possibilidade dos jogadores movimentarem livremente o dinheiro entre os dois sites e sem muitos jogadores a serem adicionados à base de dados da PokerStars, haverá mais mérito em fazer crescer os dois sites como duas redes separadas.


 

Um impulso para o EPT

Muitos circuitos de poker ao vivo sofreram um grande impacto com a queda da Full Tilt, pois eles já estavam a realizar os seus próprios eventos. Se esses circuitos em especifico voltarão a realizar-se ainda é uma coisa que vamos ter que esperar para ver, embora eu esteja à espera de ver o nome Full Tilt em muitos casinos em 2013.

Não me surpreenderia se o European Poker Tour viesse a ser o maior responsável pelo renascimento da Full Tilt. Agora que a PokerStars gastou $547 milhões para salvar a Full Tilt, eles vão querer que os fundos dos jogadores que eles vão devolver permaneçam no negócio, e mandar jogadores para os eventos da sua marca é uma forma de fazer isso.

Esperam-se muitos satélites para o circuito em ambos os sites, bem como para os outros circuitos regionais da PokerStars como o UKIPT e o Eureka tour.

Mas espero bem que a Onyx Cup continue morta e enterrada.

 

Um verdadeiro serviço de apoio ao cliente

Uma das maiores diferenças que os jogadores que regressarem à Full Tilt vão notar é uma reviravolta tremenda no serviço de apoio ao cliente. A PokerStars tem um dos melhores departamentos de serviço de apoio que alguma vez vi em qualquer indústria e a Full Tilt tinha um dos piores.

Agora que olhamos para trás, é fácil perceber que as razões para este serviço de má qualidade fossem em grande parte devido aos problemas que a empresa tinha nos cargos de chefia e não especificamente nos representantes do serviço de apoio ao cliente.

Portanto, só poderia melhorar se fosse relançado, mas quando combinamos isso com o líder da indústria no serviço de apoio, a Full Tilt vai parecer um um lugar muito diferente.


 

Regresso das melhores funcionalidades


FTP
O regresso do Rush
Para além do dinheiro, a coisa que as pessoas mais sentiram falta desde a Black Friday foi o software da Full Tilt.

O serviço de apoio podia não ser grande coisa, mas as pessoas continuavam a jogar na Full Tilt porque eles estavam à frente no que diz respeito à jogabilidade e funcionalidades. Espero que a PokerStars não mexa muito na oferta de jogos que eles tinham nem no próprio software.

Portanto, espera-se o regresso do Rush Poker, torneios multi-entry, jogos cap, "running it twice" e, como é óbvio, os avatars que eram uma das imagens de marca da sala (pergunto-me se vamos ter avatars irónicos com a cara do Howard ou do Jesus na próxima versão?)

A Full Tilt também era a casa indiscutível dos nosebleed cash games e acho que podemos esperar vê-los migrar de volta da PokerStars, regressando os railbirds e durrrr challenges.

 

O fim do modelo Red Pro


FTP
Fim dos Red Pros?
A única coisa que estou muito confiante é que o modelo de patrocínio na Full Tilt será completamente novo, isto se não for praticamente extinguido. Os patrocínios mudaram significativamente desde a Black Friday, mas não estou a vê-los voltar com o slogan "Play with the Pros" que definiu a Full Tilt (principalmente porque muitos deles já assinaram acordos com novos patrocinadores).

Mais de 250 jogadores tinham acordos "Red Pro" quando a Full Tilt fechou pela primeira vez e a empresa construiu a reputação de ser a sala com a maior equipa de jogadores patrocinados no poker. Desde a Black Friday, a equipa Red Pro tornou-se um belo exemplo dos problemas que eles tinham na empresa.

Em retrospetiva, os acordos Red Pro parecem insustentáveis quando percebemos o quão mal gerida era a Full Tilt. Estes só continuaram a ser sustentáveis porque a maioria dos jogadores patrocinados mantinham os seus ganhos no site.

Além disso, quando o site fechou, vieram a público detalhes de dívidas contraídas por muitos dos melhores jogadores do Team Full Tilt. Esses jogadores que eram tratados como ícones do jogo, não demoraram muito a ficar com a sua imagem enfraquecida quando se soube que, em vez de terem dinheiro preso na Full Tilt, eles próprios é que deviam dinheiro à empresa.

Muitos dos jogadores patrocinados foram acusados pelos clientes de estarem a lucrar com o dinheiro que nós potencialmente tínhamos perdido no site. O reavivar da cultura Red Pro na Full Tilt, pelo menos com a magnitude que existia antes, não ia ser visto com bons olhos pelos clientes.

A PokerStars também tem uma atitude diferente em relação aos patrocínios. Não só os temos visto criar a sua equipa de jogadores nos últimos anos, como também procurando patrocinar pessoas com influência em mercados não relacionados com o poker, como Boris Becker e Rafael Nadal.

Não estou a ver o Phil Ivey ou Tom Dwan a terminarem o ano sem um patch da Stars ou Tilt e não me iria surpreender se visse alguns dos jogadores mais conhecidos que estão em dívida com a Full Tilt receberem um pseudo patrocínio para os ajudar a resolver o assunto. Mas, aparte disso, a maneira prolífica como a Full Tilt correu para colocar patches nos jogadores parece-me uma das mudanças mais fáceis de identificar entre aquelas que estão para chegar.


 

Grandes mudanças da concorrência


pokerstars
Um monopólio da PokerStars?
Embora a PokerStars terminar com a história da Black Friday seja a melhor coisa que aconteceu no poker online desde 15 de Abril de 2011, muitos já estão a olhar para o impacto negativo que a fusão das duas maiores salas de poker pode ter.

O nosso CEO Dominik Kofert estima que isto pode levar a PokerStars a ter uma quota do mercado na ordem dos 75% até ao final do próximo ano.

Se és um dos operadores mais pequenos, há grande probabilidade de que agora estejas bastante preocupado, especialmente agora que a perspetiva de reentrada da PokerStars no mercado os EUA parece mais plausível.

Ainda vamos ter de esperar para ver como isto vai afetar diretamente as outras salas de poker, mas eu prevejo que muitas delas vão tentar diferenciar o seu produto. Para tentarem competir com a Stars e Tilt em termos de tráfego, prémios garantidos, eventos ao vivo ou jogos como o rush poker, será sempre para perderem a batalha. Espero ver os outros operadores tentarem levar a batalha para outro campo pela criação de inovações nos seus softwares, abraçando os média sociais e, na generalidade, pensando de uma forma diferente.

por Barry Carter para o site Poker Strategy

3 comentários:

  1. Atualizei a nova versão do fulltilt e meu saldo em dinheiro não foi repassado p/ a conta do poquerstars , como devo proceder ?

    ResponderExcluir
  2. Pelo que li em alguns sites, essa mudança aconteceu hoje ( 17.05 ), e teoricamente todos os valores deveriam ser fundidos, sem prejuízo para o usuário. Mas comigo aconteceu a mesma coisa, o saldo que eu tinha na FullTilt não está aparecendo no meu saldo total.
    Eu creio que é um problema de atualização de contas, que em 1 ou 2 dias já estará normalizado.
    Mas caso não corrijam o problema, a saída é abrir um chamado no atendimento ao cliente da FullTilt e explicar o problema. Normalmente respondem bem rápido.
    Espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu caro , esperava jogar hj....mas vamos torcer para que não haja nenhum contratempo, abs

      Excluir