sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Personalidades do Poker - 44º Card

Carlos Mortensen



Juan Carlos Mortensen nasceu em Ambato, Equador, em 13 de abril de 1972.
Mortensen é filho de mãe espanhola e pai dinamarquês. Aos quinze anos mudou-se com a família para Madri, capital da Espanha, onde desfruta de dupla cidadania.

Quando jovem Juan Carlos costuma jogar xadrez e sinuca.
Assim que terminou a sua licenciatura em física e matemática, deixou a casa de seus pais para viver com sua esposa Cecilia.
Passou a fazer diversas atividades para se manter. Ele vendia artigos de couro, trabalhou em restaurantes, pizzarias e bares, isso por 6 anos.
Ele comprou sua primeira casa aos 19 anos de idade.
Mas em 1997 conheceu o Poker em Madri, no Clube em que trabalhava como "bartender".

Seu desempenho nas mesas da capital espanhola levou-o a abandonar seu trabalho para se concentrar exclusivamente no jogo.
Depois de alguns meses Carlos decidiu fazer uma incursão para os EUA, seu bankroll era de cerca de US$ 15.000.
Chegou aos EUA com $2.800, geralmente começava a jogar com US$ 500 e não precisava de mais do que isso. 
Chegando em Atlantic City, em Outubro de 1997, não sabia falar uma palavra de Inglês, em seu primeiro dia perdeu US$ 1400 no jogo.
Estava jogando US$5 - $10 e $10 - $20, como as coisas não estavam boas teve que baixar para US$2 - $4, até que ganhou $1.000.
No final da sua estadia de três meses, terminou o seu visto, tinha recuperado o seu dinheiro e aumentou sua fortuna em US$ 10.000.

Quando ele voltou para a Espanha, continuou jogando poker, obtendo o respeito de todos os melhores jogadores do Madri, tanto que eles decidiram pagar sua inscrição para o que seria sua primeira aparição no WSOP 1999, levaria apenas 30% do que obtivesse em prêmios, com todas as despesas pagas.



Ele passou a primeira metade dos jogadores, mas não chegou à premiação.
Havia levado um adicional de US$ 1.000, que acabou perdendo nas mesas laterais, como consolo lhe deram um cupom para o torneio "$100 The Mirage Hotel", como estava quebrado, decidiu jogá-lo e milagrosamente terminou em 3º lugar, levando US $4.000 em prêmios.
Com esse dinheiro ele começou a jogar $10 - $20 e em pouco tempo havia ganho US$ 10.000.

Com sua esposa Cecília (ficaram conhecidos como Bonnie e Clyde no mundo do poker) mudou-se para a Califórnia, onde se dedicou a jogar $15 - $30 e US$ 20-40 no "Comerce Casino".
Em dois meses, acabou ganhando US$ 45.000. Mais uma vez devido a problemas com o visto, ele teve que voltar para a Espanha.

Em 2000 Mortensen jogou o WSOP pela primeira vez com o seu próprio dinheiro.
Ele permaneceu líder do torneio por algum tempo, até que terminou em 69º entre 512 jogadores.

Também participou do evento "$3.000 NL Texas Hold'em", terminando em 7º lugar e levando um prêmio de $ 22,575.



Em fevereiro de 2001, já residindo nos EUA, Carlos venceu o "L.A. Poker Classic" e, um mês depois, o "Bay 101 Shooting Star" que, além da premiação em dinheiro, garantia ao vencedor uma vaga na WSOP do mesmo ano.
Em maio foi o vencedor do evento principal da World Series of Poker, derrotando o experiente Dewey Tomko no heads-up final.
Além do prêmio de 1,5 milhões de dólares, a conquista coroou a sequência de três primeiros lugares consecutivos.

Mortensen ganhou seu segundo bracelete da WSOP em 2003, durante o "$5,000 Limit Hold'em", e no ano seguinte foi a vez de vencer seu primeiro torneio da "World Poker Tour", o "$10K Doyle Brunson North American No Limit Hold'Em Poker Championship." 
Na mesa final venceu, dentre outros, Erik Seidel, John Juanda e David Pham.
Em 2007 venceu novamente o World Poker Tour Championship, derrotando Kirk Morrison no heads-up final.

Tornou-se o primeiro jogador a conquistar os principais torneios da WSOP e do WPT.

Carlos Mortensen realiza uma metódica preparação física para os jogos, afirma ser um defensor da “mens sano in corpore sano” ( mente sã em corpo são ), alimenta-se corretamente, parou de fumar desde que começou a jogar poker nos EUA, pois não é permitido, e regularmente joga golfe, isso lhe tira o stress de longas horas de confinamento em casinos, além de ajudar na sua concentração.

Enxadrista apaixonado, desde a infância, também joga "Gin Rummy" por dinheiro, e gosta do jogo de paciência, especialmente o Spider.

Em Janeiro de 2007 ele apareceu no programa de TV "The Poker After Dark".




Alguns pensamentos de Mortensen:

"Eu acho que o poker é um jogo de pessoas jogado com cartas e não um jogo de cartas jogado por pessoas"

"Todo mundo recebe o mesmo número de cartas boas e ruins, para ganhar o No Limit é necessário blefar"

"Jogar poker é como compor música, nota por nota, vai surgindo a composição"

"O fracasso não existe desde que a pessoa não se dê por vencida. Se você não está indo bem, continue tentando, e você não vai ser um fracassado. O fracassado é aquele que joga a toalha "

"Quando você está com medo de perder é quando a maioria das vezes vai perder, porque você não toma as decisões corretas"

Em 2006, Carlos se divorciou de sua esposa, a também jogadora Cecilia Reyes Mortensen.

Até 2014, o seu total de ganhos em torneios ao vivo ultrapassa 10,8 milhões dólares americanos.

Mortensen vive atualmente em Henderson, Nevada


Clique no Card para Ver em Tamanho Natural



terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Por que não fazer slowplay?

Por Que Não Fazer SlowPlay?


Por Victor Begara ( Headão )

Primeira Parte

Bom, todos sabem que o poker não tem muitas verdades absolutas, mas se tem uma coisa que todos tem que praticamente abolir é o famoso “Slowplay” (dar mesa com mão muito forte).

Hoje parei para analisar algumas “hand histories” do pessoal que faz o curso semestral aqui no QG Akkari Team e a quantidade de slowplay que eu vi em situações horríveis pra isso foi assustadora.
Como acho que esse é um erro muito comum, resolvi aproveitar e escrever um pouco sobre isso.

Vou dar alguns exemplos de mãos e depois mostrar as minhas conclusões.

Todas as mãos temos stack efetivo de 40bbs ou mais:
1 – Board: KhQsJs
A – Chega em check até o Hero que tem AKo contra 2 jogadores, bet 70% do pote.
B – Chega em check até o Hero que tem AT (nuts) contra 3 jogadores, insta check.

2 – Board: Js9s8h
A – Um jogador limp pré-flop, Hero raise (aumenta) com KJ, BB e limper call. Flop chega em check e Hero aposta 60%
B - Um jogador limp pré-flop, Hero raise (aumenta) com QT BB e limper call. Flop chega em check e Hero check atrás.

Isso pra mim deixa bem claro que:

1 – Com nuts as pessoas dão muita mesa por MEDO de não serem pagos, e esse medo é mais forte do que o raciocínio lógico que deveriam usar enquanto jogam as mãos.
2 – Com top pair as pessoas não apostam pensando em extrair por valor, mas sim por ter medo de acabar perdendo a mão e por achar que se o vilão foldar não tem problema já que top pair é relativamente vulnerável (o suficiente para terem medo de perder).
3 – Geral joga poker pensando em ganhar mãos, não em fazer a jogada de maior valor possível*** (já que com nuts não tentam extrair tudo, se contentam ao saber que “ja vão puxar” o pote.



Dicas para tirarmos o maior valor possível de uma mão !

1 – As pessoas pagam muito mais no flop e no turn ! Elas tem esperança de melhorar a mão, então apostando no flop extraímos valor flop e turn de mãos médias, que em caso de darmos mesa, vão dar mesa atrás, pagar turn e foldar river.
2 – As pessoas blefam menos do que a gente pensa, não vale a pena ficar dando mesa “pra pegar o malandro” (e em geral qualquer jogada que a gente faça pra crescer o pote depois de dar check vai dar muito mais medo no cara do que uma simples continuation bet)
3 – Quando apostamos no flop escolhemos o tamanho da aposta para crescermos o pote da melhor forma possível.
4 – Quando apostamos no flop abrimos a chance de tirar 3 streets (flop/turn/river) de valor e ganhar todo stack do vilão. Lembrando que no river o pote estará muito grande e podemos conseguir uma aposta bem grande, talvez o stack inteiro do vilão. Se dermos mesa, vamos pegar só 2 streets de valor e abrimos mão de jogar o river com um pote gigante (que em geral da mais ficha que ganharmos na mão seguinte mais 2 streets de valor).

*** No poker a única jogada boa é que nos dá mais fichas no longo prazo.
Foldar AA PF só é ruim porque o valor esperado de se jogar AA é maior do que o de fold.
Jogar 72o é ruim porque o valor esperado dele é menor do que fold.
Quando a gente joga pós-flop pensando em ganhar mãos ao invés de extrair o valor máximo, estamos abrindo mão de uma jogada com valor esperado de 5bbs pra fazer uma de 2bbs. Ou seja, é como se estivéssemos “perdendo” 3bbs. É como se estivéssemos jogando 72o.


Como no poker não existe regra de bolo e em algumas situações o slowplay até é aceitável, em um próximo post mostrarei em quais boards podemos fazer slowplay e quando o slowplay é um DESASTRE!


Segunda Parte

Bom, na primeira parte eu tentei deixar bem claro as vantagens de apostarmos com nossas mãos fortes e talvez tenha dado a impressão de que NUNCA devemos usar o slowplay (o que realmente não é um desastre).

Agora que acredito que tenham entendido bem as desvantagens do SlowPlay, vou mostrar tipos de flop diferentes, comenta-los e concluir se o SlowPlay é criminoso ou recomendável.

1 – Temos JJ e abrimos com raise no CO, BB paga. Flop: Jh9s8s. BB check e nos deixa com a ação.

Comentário sobre o board:

Muito conectado, cheio de draws e possibilidade de par+draws, o típico board que ninguém “nunca” folda porque sempre acaba acertando alguma coisa.
Outra característica desse board é que temos muitas cartas para ver no turn que acabam “quebrando a ação” (assustando nós e o vilão), qualquer Q, T ou 7 vão assustar até as trincas, cartas que completam flush, K e A também podem fazer com que o vilão pise no freio no turn.


Range do BB:
Obviamente depende do vilão, mas em geral qualquer duas cartas acima de 8 conectadas por até um gap (T8, J9), qualquer cartas acima de 7 conectadas (78, T9, etc), qualquer duas brodways (cartas de T pra cima), ases suited e A7-AJ (AQ provavelmente da 3bet no BB contra o CO), K8-K9s, KT-KQo e pares.

Board + Range do BB:
Definindo as mãos que as pessoas costumam jogar no BB fica bem claro que o board acerta em cheio a maior parte dessas mãos. Usando um programa chamado “Flopzilla”, vemos que o vilão terá pelo menos Top pair+ e Par+broca ou melhor cerca de 66% das vezes.

O que fazer com mãos muito fortes?
BET, dar mesa atrás aqui é TERRÍVEL, é rasgar dinheiro.

2 – Hero tem KK, raise em MP2, recebe call do BTN (que é agressivo), SB e BB. FLOP: K52r.

Comentário sobre o board:
Board seco, não temos draws, nada que encoraja um call. Normalmente as pessoas foldam bastante pra Cbet nesse board por ter muitas mãos sem chance de fazer qualquer coisa.

Ranges:
Em geral os três ranges são compostos por “undercards”, ou seja, cartas abaixo da mais alta do board, como JQ, TJ, 89s e pares. Como temos dois reis, a chance de alguém ter top pair é baixa.

Board + Range:
Board não acerta muito o range de nenhum dos vilões, a mão mais forte deles é um improvável top pair e algum par abaixo do K, que não vão pagar mais de uma aposta (se é que pagam a primeira, já que tem 4 pessoas no jogo). Contra as trincas mais baixas não precisamos fazer nada, já que em algum momento vai acabar indo tudo de qualquer jeito.

O que fazer com KK (top set/trinca mais alta) nesse caso?
Aqui um check é BOM, ele abre espaço para o BTN, que é agressivo, blefar, e caso ele dê check, damos uma carta grátis para que um dos três vilões acerte uma mão para pagar nossa aposta no turn e no river.
Se tivessemos trinca menor que o K o check ainda seria justo, com o bet nós até extrairíamos um bom valor dos top pairs (ja que sem termos KK na mão tem mais chance de alguém ter top pair), mas ainda assim não tem muita coisa para pagarem, então a chance do BTN blefar e de acertarem algo decente no turn pode justificar o check.

Conclusão:

Boards conectados:
Ruins para SlowPlay, devemos betar com nossas mãos de valor.

Boards secos:
“Bons” para SlowPlay, mas devemos lembrar que em muitos casos mesmo no board seco alguns vilões vão pagar nossa aposta para nos blefar no turn, aí mesmo assim pode valer a pena apostar no flop e dar um check no turn, por exemplo.

É isso aí galera, apesar de não ter receita de bolo no poker, acredito que essa é uma boa base de como jogar as grandes mãos de valor. Só lembrem que é importante mantermos a mente aberta e se adaptar a cada tipo de vilão.


Abraços!


Artigo publicado originalmente no site Headão

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Até os Campeões Erram - 20ª Parte

Patrick Antonius X Jennifer Tilly

Neste vídeo da Série "Até os Campeões Erram", vamos ver uma mão jogada no programa "Poker After Dark", entre os jogadores profissionais de Poker Jennifer Tilly e Partrick Antonius.

Nesta mão, Jennifer com J♦ J♣,  faz uma trinca no Flop e Patrick, com T♥ 8♥, um par de dez.
Mesmo tendo uma mão superior, Jennifer faz uma aposta baixa, e no Turn e River aparecem dois reis, completando um FullHouse para ela, mas mesmo assim ela da "check".
No final ela explica que achou que o Antonius tinha um rei.
Jennifer errou feio, pois mesmo que o Patrick tivesse um rei o máximo que ele faria seria uma trinca, e ela tinha um FullHouse.

No final do vídeo, todos estão abismados, destaque para o Phil Ivey que ficou com a boca mais aberta que o normal com o absurdo da jogada.

Esse é um vídeo que mostra, sem sombra de dúvidas, que Jennifer é muito mais famosa pelos seus belos seios do que pelo Poker que joga.

Vejam abaixo, e também se admirem, do erro monstruoso de mais um vídeo da série "Até os Campeões Erram"!!!




sábado, 22 de fevereiro de 2014

Os 10 Melhores Apps Gratuitos de Poker

Os 10 Melhores Apps Gratuitos de Poker para iOS

Jogos de poker para iPhones e iPads existem aos milhares. Mas, com os smartphones e tablets cada vez mais presentes nos torneios e mesas de poker ao vivo, agora também estão disponíveis inúmeros apps utilitários, que tentam trazer para o nosso bolso (ou mochila) um pouco das funcionalidades que temos quando jogamos online no PC.
Pensando nisso, o MaisEV decidiu pesquisar os 10 melhores apps utilitários gratuitos para os sistemas iOS. Como regra geral, foram estabelecidos alguns requisitos básicos para a seleção dos apps, como facilidade no uso, utilidade e funcionalidades liberadas. Por isso, alguns aplicativos em versão LITE com muitas limitações no uso não foram escolhidos por razões óbvias.

PokerSchool (iPad e iPhone)

App da escola de treinamento PokerVIP.com, voltado para jogadores iniciantes e intermediários. Tem 2 modos: Arcade, um quiz com vários tipos de perguntas técnicas, e Lessons, com aulas em texto (inglês) e exercícios práticos para cada aula.
PokerSchool


Poker Income (iPad e iPhone)

PokerLucro
Apesar de não obedecer o quesito facilidade, o Poker Income (também chamado de Poker Lucro, já que é traduzido para o português) tem tantas funcionalidades que não podemos deixar de citá-lo. Com este app você pode gerenciar seu bankroll, com registro de ganhos em perdas de sessões ao vivo, anotações sobre seus adversários e até mesmo uma função de estatísticas de HUD para cada jogador (esta é a parte complicada).
A grande vantagem deste aplicativo é a sincronização com  a versão para PC no site PokerIncome.com, permitindo que você visualize todos os seus dados diretamente pelo navegador do seu computador. O Poker Income também está disponível para dispositivos Android e Windows 8, tornando ainda mais completa a sincronização entre vários aparelhos.








Poker Track Lite (iPad e iPhone)

Gerenciamento de bankroll bastante completo, com registro de torneios e cash games e gráfico de lucratividade. O app também tem uma calculadora de odds simples.
pokertracklite


Poker-Stats (iPhone)

Bastante simples, registra sessões de cash ou torneios em várias modalidades. Permite fazer anotação sobre a sessão, cadastrar jogadores ou importar da lista de contatos, mostra gráfico lifetime com lucro por sessão ou hora, ROI e diz em que jogos você é mais lucrativo.
poker-stats


Wifi Poker Dealer (iPad e iPhone)

O Wifi Poker Dealer é um app interessante, mas que não pode ser utilizado sozinho.  Ele substitui o baralho em jogos ao vivo, necessitando então de pelo menos três aparelhos que estejam na mesma rede wireless e com o aplicativo instalado. Um deles mostrará as cartas do bordo, bastante similar às mesas eletrônicas vistas em alguns torneios, e cada um dos outros aparelhos mostrará as cartas do respectivo jogador.
wifi poker dealer


SAGE Calc Lite (iPhone)

Aplicativo simples mas interessante para iniciantes que jogam sit and go’s e torneios. O app calcula qual é a melhor ação a se fazer em um heads-up baseado na tabela SAGE de acordo com sua mão, o big blind e ante do torneio e o stack do jogador com menos fichas.
sage calc


LLA Poker Timer (iPad e iPhone)

Relógio de torneios totalmente customizável. Permite editar tabela de pagamentos, número de jogadores, níveis de blinds. Visual feio, mas funcional.
lla poker timer


PokerStars Clock (iPhone)

Não apenas por ser do PokerStars, mas este relógio de torneios é bastante completo e customizável. Ele permite criar torneios com estrutura de blinds própria ou usar um dos modelos prontos, e é tem opções em português.
pokerstars clock


Free Poker Calculator (iPhone)

Uma calculadora bastante eficaz, que calcula sua equidade contra até nove jogadores. O app permite estabelecer as mãos ou até ranges para os oponentes, de maneira bastante similar à softwares já conhecidos como o PokerStove. Mas o que diferencia este app de tantos outros similares é a possibilidade de também calcular equidades para mãos de Omaha.
free poker calculator


Pokerama (iPhone)

O Pokerama é um app nacional que tem um objetivo bastante simples e útil. Usando o sistema de localização do dispositivo, ele procura em seu banco de dados pelos clubes de poker mais próximos. Ao clicar em um clube, é possível ver foto, descrição, telefone e até a localização (mostrada no aplicativo de mapas padrão do dispositivo). Além dos clubes, também é possível seguir seus amigos cadastrados no app ou da sua lista do Facebook, e visualizar os circuitos e torneios cadastrados, incluindo data e local das etapas e telefone de contato.
pokerama




Publicado originalmente no site MaisEV

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Cravar!!!


Quando você vence em seus objetivos.
Quais são seus objetivos?

Olá, amigos!
Bom, essa semana vi um post do nosso principal jogador, grande exemplo para todos nós que jogamos, André Akkari, dando boa noite, dizendo que ia dormir feliz por cravar um torneio.
Essas coisas, geralmente, mexem comigo. Não vivo de Poker e não tenho o objetivo disso, porém, como qualquer um, tenho o sonho.
Mas isso, requer muito estudo, muito trabalho, dedicação e acima de tudo uma mentalidade de vencedor acima da média, coisa que nosso exemplo mostrou a todos que é o caminho, pois ele se tornou o campeão que é através de toda essa entrega ao Poker.

 Não tenho a pretensão de chegar tão longe, queria, mas não acho que sou tão forte. Porém, cada vitória, cada torneio ITM, cada mão ganha, são um outro alento.
Há muita diferença entre “ilusão”, “enganação” (a própria, no caso), a “esperança” e o trabalho duro, dia a dia, que envolve tudo que já citei acima como esteio que forma um verdadeiro vencedor como o Akkari.
André Akkari

Bem, mas esse post não é para discutir isso, esse post é mais um incentivo do que uma homenagem ou, em si, uma aula.
Cito o Akkari porque ele é e merece o posto de melhor em minha opinião, que sei, é da grande maioria dos jogadores brasileiros, isso, claro, sem desmerecer nenhum outro, porque, hoje, com o avanço do Poker no Brasil, temos excepcionais jogadores tanto na tela quanto no pano e que, dia a dia conquistam mais e mais espaço com vitórias importantes para nosso esporte.

Desde outubro, eu dei uma diminuída no meu ritmo de jogo, quem acompanha o nosso blog sabe que há muito tempo eu jogo recreativamente as mesas de microlimites da Pokerstars, em geral 90men e 45men de 25c. Resolvi dar alguns tiros nos 12men de $1,50, mas sem um grande compromisso.

Em 2009 criei minha conta na Pokerstars, ganhei $2 de bônus e comecei a jogar os 45men de 25c. Deste então minha planilha já bateu mais de $650 dólares positivos.
Nesses 5 anos, joguei mais de 5600 SnGs. Recreativamente passeei pelos 90men de $1,50 Knockout, pelos 180men de $2,50, 45men de $1, e, como todo menino bobo, joguei Zoom de 1c/2c, entre outros jogos oferecidos pela Stars. Enfim, Poker muito mais recreativo do que voltado ao profissionalismo.

Nem sempre positivo, nem sempre negativo, venho vivendo minha aventura nesse jogo pela qual sou apaixonado. E, com certo orgulho, por ter transformado 2 dólares em um bankroll que me permitiu continuar sempre jogando sem necessitar fazer depósitos.

Mas, Poker vive de objetivos, pois mesmo jogar por jogar sempre acabará se tornando monótono.
Andei brincando e gastando e meu bankroll que acabou diminuindo e isso me deixou triste. 
Então, objetivei, era hora de levar um pouco mais a sério e subir definitivamente nos torneios.

A primeira coisa que um jogador se pergunta é: “Estou pronto para um torneio diferente e mais caro?”, bem, nesse momento, você tem que responder: “Estudarei o torneio, seu field, a melhor forma de jogá-lo e continuarei, aos poucos me adaptando e consertando meu jogo na medida que os erros apareçam."

Feito isso, resolvi no dia 1 de janeiro, começar 2014 “subindo de nível”. Primeira coisa é ajustar o bankroll a esse nível e, como é claro, um mínimo de 100 BigBlinds para iniciar qualquer projeto.

Então, após utilizar meu dinheiro em algumas coisas durante o ano, e confesso, enfraqueci muito meu bankroll com saques e com, como eu disse, a bobeira de jogar Zoom, uma modalidade que, tenham certeza, só serve para marcar pontos, não para se fazer lucro, exceto para poucos “kamikases” da vida.
Já cheguei a ficar mais de 50$ up num mês em Zoom, para em seguida passar por uma fase ruim e perder praticamente tudo ou até mais do que ganhei no mês.
Portanto, você que quer jogar Poker, tenha certeza, jogue MTT ou SnG, porque Cash é só para quem tem dinheiro para jogar apostando contra a variância brutal e precisa ter um Poker excelente, fora que, no caso do Zoom (ou na mesma modalidade em outros salões) as probabilidades matemáticas viram uma roleta russa onde as leis da física não existem. A bala que sai do cano é capaz de dar a volta na cabeça do vilão, e voltar certeiramente no meio da sua própria testa. Se quer ser alguém, mesmo que recreativamente, no Poker, preserve até a si mesmo, evite cash ou estude o triplo do normal para se arriscar.


Looby do Torneio 180men PokerStars


Dito isso, meu primeiro passo foi reestruturar meu bank até o final de dezembro para poder me voltar para um objetivo.
Nesse meio tempo apareceu o torneio de 180men de $1 estilo normal, na PokerStars, antes, confesso, só havia visto turbo desse torneio ou mais caros do que $1.
Imediatamente, com meu sucesso (relativo, claro, pois joguei despreocupado por anos e não por meses) nos 90men de 25c (no qual minha planilha mostra, atualmente, $471,46 positivos em 3347 SnGs dessa modalidade– Lembrem-se, isso veio de apenas $2 que ganhei de bônus ao criar minha conta na PokerStars), resolvi que esses torneios seriam o alvo da minha meta de 2014.

Dei duro em novembro e dezembro, joguei torneios, joguei zoom para marcar pontos e liberar bônus, e ao final de dezembro, meu bankroll tinha subido a $107,83, mais do que as 100 BigBlinds necessárias para começar e, no dia 1 de janeiro, comecei o projeto.

Rapidamente senti a grande diferença.
Claro, são torneios mais longos do que os que estou acostumado e, para fazer o volume necessário, preciso jogar um número razoável simultâneo e, isso, as vezes, fica complicado em determinados horários.

Senti a diferença de field, o cansaço pelo tempo longo de torneio, a pressão maior das táticas de jogo diferenciadas, e a grande variância que sempre marca a PokerStars.

Qual forma de jogar devo escolher?
Comecei jogando como jogo sempre os 90men, e comecei a fazer testes ao longo dos torneios.
Jogando LAG, TAG, Nit... Confesso que meu período de testes prossegue, porém, agora mais consciente do terreno em que piso.

Inicialmente, como todo desconhecido num field, meus resultados dispararam, e nos primeiros 20 dias de janeiro cheguei a estar com ROI de mais de 60%, porém, como faço volume, era inevitável que isso se ajustasse com o tempo, e como eu previa, no restante do mês e início de fevereiro isso se realizou. Cheguei a bater mais de $50 dólares positivos, porém, encerrei o mês pouco mais de $28 positivos em 152 SnGs jogados em 31 dias.
Um resultado que, confesso, me surpreendeu. Não esperava um rendimento tão bom, porém é explicável pelas circunstâncias e pela minha experiência em torneios. Mais por isso do que por habilidade ou qualquer coisa.

Prossegui jogando mas, nos últimos 15 a 20 dias (final de janeiro e começo de fevereiro) a variância começou a se fazer presente e ajustar meu ROI para a realidade comum de jogadores de SnG, porém, mantive o objetivo, que era me mover o máximo possível entre as primeiras posições e sentir o gostinho de estar ITM num torneio longo, desconhecido e com um field que se mostrou ao longo dessas semanas de jogadores que sabem bem o que estão fazendo, principalmente na parte afunilada antes da bolha.

Pensei que nos primeiros meses, conseguiria ficar algumas vezes entre os 6 ou 4 primeiros até, estar preparado para disputar realmente por posições ou até lutar por um 1º lugar (a nossa tradicional cravada).

Devo dizer que, apesar de tudo não abandonei os 90men de 25c, pois gosto de disputar esses torneios e eles me prepararam muito bem para jogar torneios longos e espero, futuramente, MTTs.
E essa semana, voltei a cravar um de 90men, num momento que, como disse, a variância estava ajustando meu ROI nos 180men e eu estava levando muitas bads e perdendo um pouco a confiança, inclusive.
Essa cravada nos 90men de 25c acendeu meu psicológico, que como já tratei aqui mesmo em outro post é importantíssimo e, acabei colhendo fruto disso.

Cravei, muito antes do que havia programado, um SnG de 180men de $1.
Eu, na verdade, já havia chegado perto duas vezes, com dois 2º lugares e com mais dois 3º lugares, mas vi com normalidade não cravar por ainda não estar preparado para enfrentar de igual para igual o field desses torneios.
Admito que, ainda não estou totalmente satisfeito, e não pararei de trabalhar para isso. Mas reconheço que, não cravei por acidente, eu joguei a sessão com a concentração e com o psicológico como há algumas semanas eu não jogava, e pude ver os momentos certos de aproveitar as cartas e os erros dos adversários.
Tanto que, a mão final do HU, considero um erro do adversário que, devo deixar registrado, jogou muito o torneio todo e, vendo seus stats no prolabs, percebi ser um jogador de Poker realmente e não um mero dia de sorte de um recreativo.

Abaixo o Boom da última mão, onde eu arrisquei e ele deu um call, a meu ver, errado, confiando tudo num AK contra uma possível mão feita.
Agora, ele até podia achar que eu estava blefando e fazendo uma steel, porém, naquele HU, foi apenas meu segundo ou terceiro push pesado, portanto ele deveria ter visto que eu não faria sem ter o top pair.






Bom, agora, alcançados 200 SnGs, com ROI de 28,5%, e ITM de 24,5% começa a se desenhar uma realidade a se lutar.
Mas, com algo a mais, pois pode parecer pouco para muitos, mas para quem inicia um terreno inexplorado, logo tão cedo acumular 5 resultados tão positivos (fora os outros, claro, foram 49 ITMs) é um alento e um incentivo de que realizar é possível, basta lutar e se focar, e, principalmente, estudar, claro, e, acima de tudo, mesmo nos momentos difíceis, levantar a cabeça e acreditar em si próprio. Esse é o saldo dessa semana com duas cravadas, a principal essa tão cedo.

Como disse o Akkari, ir dormir com uma cravada num torneio é delicioso demais. 
Ele recomenda e eu também recomendo.

Você que está começando a jogar e quer se manter no Poker, crie objetivos, organize um cronograma de estudo e, acima de tudo jogue focado, e sem medo da variância, porque ela existe e é sua maior inimiga, mas ela não é invencível.

Confie na sua força e no seu coração e na sua capacidade, como pessoa e ser humano, de sempre evoluir, aprender, conquistar.

Sorte? Tá, ela existe, tem uma parcela, mas, no meio desse mar de grandes jogadores, a sorte não vai determinar realmente o final da história. Porque ganhar de 10 jogadores é uma coisa, ganhar de 180 (usando apenas como exemplo meu caso) é algo que, matematicamente é impossível para a tal da “sorte”.
Precisa, forçosamente fazer algo mais, até mesmo para chegar a uma posição que alguma sorte possa ajudar a continuar na disputa.
Portanto, sorte é um fator, mas não preponderante, como em qualquer outro esporte.
Estar concentrado, ter habilidade, saber avaliar seus oponentes (sem jamais, e ouçam bem, JAMAIS subestima-los) se aliará muito mais facilmente a um bom dia para se fazer chegar a um bom resultado, e, o algo mais que você aprender, levará ao topo.

Gráfico dos 200 SnG 180men jogados


Esse post celebra meu momento, que, pode parecer pouco, mas é uma vitória e, acredite, todas s suas vitorias por menores que sejam constroem você e moldam o seu caminho futuro, então elas devem ser valorizadas, lembradas e respeitadas, senão por outros, principalmente por você mesmo.

Jogue e confie em você, a minha confiança voltou, e pra ficar.

Boas mesas para todos, joguem SnGs e se preparem para jogar MTTs no futuro, criem um objetivo e persistam nele até o fim.

Poker é torneio, Poker é esporte e Poker é muito gostoso de jogar.

Abração a todos e continuem conosco em nosso blog.
MarcioCP


Quem quiser acompanhar esse modesto jogador que vos escreve, segue os dados no ProLabs. Obrigado pessoal.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Loja PokerMania


Loja PokerMania
As melhores ofertas para os Pokermaníacos

Resolvemos fazer, entre as lojas que nos patrocinam, uma seleção das melhores ofertas de produtos sobre poker pros amigos que prestigiam nosso blog.

Aqui você vai encontrar ofertas de livros, mesas, baralhos, e todo material relacionado ao nosso esporte, provenientes de lojas confiáveis como como Submarino, Americanas, Saraiva, entre outras.

Nossa intenção, claro, além de ajudar, é vender... heheh.
Tenha em mente que, ao comprar através de nossos links patrocinados, você está ganhando com o produto confiável em sua boa qualidade e em sua entrega garantida e com boas formas de pagamento, promoções e, fundamentalmente, ajudando nosso blog a se manter.

Esse é o primeiro post, com alguns produtos que selecionamos especialmente. Regularmente tentaremos postar novas ofertas que acharmos que são vantajosas para quem nos acompanha.

Boas compras a todos e boas mesas, e, acima de tudo, obrigado por prestigiarem nosso blog.





De: R$74,90 (Economize R$ 15,00)
Por: R$ 59,90 ou 6x de R$ 9,98 sem juros
Frete Grátis para RJ e SP











Por: R$ 69,00 Ou em até:  6x de R$ 11,50 sem juros
Cartão Submarino: R$ 69,00 
Ou em até 6x de R$ 11,50 sem juros
Ganhe até 207 Léguas
Frete não Incluso













De: R$ 249,90
Por: R$ 189,90 (-24%)
Cartão Submarino: R$ 189,90 
Ou em até 12x de R$ 15,82 sem juros
Ganhe até 569 Léguas
Frete não Incluso













De: R$ 84,90
Por: R$ 76,90 (-9%)
Cartão Submarino: R$ 76,90 
Ou em até 7x de R$ 10,99 sem juros
Ganhe até 230 Léguas
Frete Grátis para RJ e SP














Por R$ 79,90
em 7x de R$ 11,42 sem juros no cartão de crédito Saraiva
Consultar Frete/ ou Utilize a promoção da Saraiva para quem compra pelo site, escolhe entrega numa loja Saraiva perto de sua casa e não paga frete.









De R$ 74,90
Por R$ 71,20
em 7x de R$ 10,18 sem juros no cartão de crédito Saraiva
Consultar Frete/ ou Utilize a promoção da Saraiva para quem compra pelo site, escolhe entrega numa loja Saraiva perto de sua casa e não paga frete.









Por agora é só, mas colocaremos mais posts com ofertas a medida que elas forem aparecendo!

Boas compras, ótimas mesas para todos!!

MarcioCP
PokermaniaBr

domingo, 16 de fevereiro de 2014

The Mersenneary e-Book - Traduzido - GRÁTIS


The Mersenneary ebook em Português - Completo

Este é um dos melhores manuais para aqueles que jogam ou estão pensando em jogar "Heads Up SnG".

Por que jogar HU SnG?
Não existe outra forma de poker em que você consegue fazer tanto dinheiro por hora com um bankroll relativamente pequeno.
Desde que você tenha um ROI de pelo menos 10%, você pode facilmente colocar $500 no Full Tilt ou PokerStars e jogar os de $22 conseguindo um ganho de mais ou menos $20 por hora, jogando uma mesa de cada vez.
Comparando com outras formas de Poker, você precisaria de um bankroll de $1k para jogar 4 mesas de NL50, ou aproximadamente $1500 para jogar 8 SNGs turbo de $16 a fim de conseguir um ganho por hora parecido. Claramente, essa é uma boa forma de construir seu bankroll se você está começando agora.

Este não é um livro para iniciantes, mas mesmo que você não tenha muito conhecimento do Poker vai extrair excelentes conhecimentos para melhorar seu jogo.
Recomendo o Download!!!

O livro foi traduzido por um membro da PokerStrategy "John Everton"

Veja o índice dos capítulos do livro:

1. Como pensar sobre expectativas no Poker.
2. Estudos que ajudam e estudos que desperdiçam o seu tempo.
3. Erros que importam e erros que não importam.
4. A teoria do jogo ideal e explorando jogadores.
5. Interferências Bayesianas e Desenvolvendo Informações.
6. ABC Heads Up Poker - Estabelecimento uma boa estratégia padrão para ganhar desde a primeira-mão.
7. Como e quando fazer uma 3-Bet Light.
8. Dimensionamento suas 3-bets com base na mão, adversário e stack.
9. Como ajustar o jogo contra jogadores com alta porcentagem de 3-bet.
10. Como e quando fazer check/raise light no Flop.
11. Os Fundamentos do Barrelling.
12. Ranges versus desconhecidos: O que fazer com a stack 20BB deep no big blind contra um adversário desconhecido.
13. Expectativa de shove fora de posição contra um BTN que abre com frequência – 20BB’s deep.
14. VPIP ideal fora de posição.
15. Jogando o big blind contra um mini-raise 10~15bb deep.
16. Aplicando corretamente a estratégia "Push ou Fold" em posição (Endgame).
17. Jogando em posição 11~14bb Deep: Raise, Open shove, Fold, ou Limp?
18. Chubokov: Como ajuda e como não.
19. Tendências do field e alvo em movimento.
20. A teoria do Underbetting e Overbetting.
21. Underbetting na Prática.
22. Overbetting na Prática.
23. Calculando Pot Odds e quantas vezes o seu oponente tem que desistir para seus blefes.
24. Timing tells em HUSNGs.
25. Razões comuns que fazem jogadores vencedores se tornarem não lucrativos.
26. Prevenindo o Tilt.
27. Poker no resto da sua vida.


Download do "The Mersenneary eBook" em Português - Completo - GRÁTIS

Clique Aqui e Baixe a versão original em Inglês